Dúvidas Frequentes

Utilizar “benjamim”, “T´s” ou extensões aumenta o consumo de energia?
Se o “benjamin” não estiver bem fixado à tomada, ele pode aquecer e desperdiçar energia. Mas é sempre bom evitá-los, nem tanto pelo consumo, mas pela segurança das instalações. Quando utilizamos um “T” ou extensão, o circuito que alimenta a tomada fica sobrecarregado, o que provoca o aquecimento dos fios, podendo até causar incêndios.

Acender e apagar as lâmpadas toda hora gasta mais energia?
Não. Quando você apaga a luz, não há consumo de energia. E a lâmpada não irá consumir mais energia do que o normal se você resolver acendê-la em seguida. Mas o frequente acender e apagar das luzes diminui a vida útil das lâmpadas incandescentes. As lâmpadas fluorescentes também sofrem alteração, mas como sua vida útil é muito grande, é mais econômico desligá-la, mesmo que por pequenos intervalos de tempo.

O apagar da lâmpada, cada vez que todos saem de um recinto, não irá diminuir sua vida útil?
Sim, a vida útil de uma lâmpada é influenciada pela quantidade de acendimentos a que ela é submetida. Porém, é importante pensar na questão custo/benefício: a energia economizada ao apagar as lâmpadas pode compensar a diminuição de sua vida útil.

Quando se desconecta uma lâmpada fluorescente da luminária, o reator continua consumindo energia?
Sim, é preciso desligar o reator também para se economizar energia. Uma luminária com 2 lâmpadas fluorescentes e reator eletromagnético têm uma carga aproximada de 102W, que corresponde a 40W de cada lâmpada, mais 22 W do reator. Se as duas lâmpadas forem retiradas da luminária, perceba que o reator continuará aquecido, pois ele estará consumindo energia.

Devo manter os computadores desligados durante a noite? O que posso fazer para diminuir seu consumo?
Depende. Se o computador for um servidor, seu desligamento implicará problemas de acesso para aqueles que desejam fazê-lo. Nesse caso, no entanto, não há necessidade de que o monitor ou a impressora permaneçam ligados. Os computadores mais modernos normalmente têm recursos de economia de energia. Aprenda como fazer para acioná-los. Evite protetores de telas que apresentam animações, preferindo aquele “tela preta” ou equivalente.

O que eu faço no caso de uma queda de energia?
Retire da tomada os equipamentos mais sensíveis, que costumam queimar quando a energia volta.

Os elevadores devem ser desligados?
Essa é uma medida extremada demais. Isso prejudicaria muito quem tem que transportar materiais pesados, pessoas idosas, gestantes e deficientes. Mas se você não se encaixa em nenhuma das categorias mencionadas, procure utilizar as escadas. Uma boa prática é utilizar as escadas para subir 1 andar ou descer 2 andares. Vale lembrar que subir e descer escadas também são formas de se exercitar, desde que feitas com moderação.

Em caso de dúvidas quanto ao funcionamento do medidor, como proceder?
O consumidor deve primeiramente contatar a coopermila. O medidor é de propriedade da cooperativa, mas de responsabilidade do consumidor. Portanto, se forem constatadas irregularidades que venham a provocar registros de consumo incorretos, a Cooperativa irá proceder os reparos necessários no medidor e recalcular os consumos dos últimos meses. É direito do consumidor solicitar a aferição de seu relógio ou a troca do mesmo. Este serviço será cobrado quando não houver irregularidades no aparelho, portanto ao solicitar o serviço consulte o valor a ser cobrado.

Se o imóvel permanece fechado o dia todo, isso pode acarretar problemas em minha conta?
Quando o leiturista não consegue fazer a leitura do medidor, o valor da fatura é calculado pela média dos últimos seis meses. Isso pode ocasionar um acúmulo de consumo, pois quando for feita a leitura no relógio poderá ficar constatado que o consumo foi maior do que o cobrado nas contas pela média. Se houver diferença de consumo, esse valor será cobrado. Por isso o consumidor deve facilitar o acesso ao relógio. É importante lembrar que na conta vem discriminada a data da próxima leitura, para que o consumidor possa se programar.

Quando acontece o corte no fornecimento de energia e como devo proceder para religá-la?
Quando você não efetua o pagamento da fatura de energia no mês de vencimento, a coopermila envia, juntamente com a fatura do mês seguinte, um aviso de corte com prazo de 15 dias para pagamento da fatura em aberto. Se o pagamento não for realizado até o vencimento do prazo concedido neste aviso, acontece a suspensão do fornecimento, conforme prevê o artigo 91 da resolução 456, de 29 de Novembro de 2000, da ANEEL. Para religar a energia, além da(s) fatura(s) pendente(s), você precisa pagar uma taxa de religamento. Agora, se não existirem contas em aberto, o consumidor deve comparecer na SEDE da cooperativa e solicitar a regularização do fornecimento, que acontece dentro do prazo de 4 horas.

A data de vencimento da fatura de energia pode ser alterada?
Sim. A Coopermila oferece ao consumidor, dentro do mês de vencimento, seis datas opcionais de vencimento da conta. Basta solicitar a mudança.

Cooperativa Energética Cocal
Av. Dr. Polydoro Santiago, nº 555 - Centro
Cocal do Sul - SC - CEP: 88845-000
Fone: (48) 3447-7000